Gwidre

Gwidre é talvez o mais unificado dos três reinos, com o Templo determinando a vida de todos (exceto nas regiões mais remotas do país) e rigorosamente repelindo as influências magientist e condenando demorthen como pagãos. Todos os círculos de pedra foram destruídos, exceto os mais afastador, embora se diga que muitos dos sitios se transformaram em locais assombrados.

O povo de Gwidre é o mais notável ​​por sua capacidade de resistência e de piedade. Mais que nos outros reinos, sua população tende a uma recusa estóica a curvar-se às dificuldades, uma vida de oração dedicada e falta de disciplina. Mostras excessivas de emoção são malvistos, como o é a ostentação material e desrespeito da lei.

Gwidre detém posse das terras mais férteis da Tri-Kazel, mas também sofre com os ventos do norte, que por muito secos causam incêndios florestais verdadeiramente horríveis. Como tal, todas as substâncias recreativas inflamáveis são severamente proibidas e fogueiras não são autorizadas sem monitoramento.

Gwidrites preferem edifícios utilitários, sem adornos, da cor branca e consideram o número seis como santo, o que explica por que suas igrejas são tipicamente de formato hexagonal. A cidade capital de Ard-Amrach é uma bela construção com três distritos concêntricos, cada um construído mais elevado do que o último. Os distritos periféricos são reservados para os plebeus, os do meio para a nobreza e os internos para o templo e a realeza.

Os estrangeiros são autorizados a entrar, mas são ordenados por lei a permanecer em silêncio durante uma hora ao pôr do sol durante o qual a cidade fica em silêncio para a oração. A cidade tem estado livre dos ataques dos feondas por quase dois séculos, dando crédito às alegações do templo que o poder da fé protege o seu povo. Mesmo aqui, no entanto, há crime, e o grupo de crime organizado dominante está enfrentando um grupo recém-chegado, alegadamente liderado por uma mulher bonita com habilidades sobrenaturais, especialmente sobre o frio.

O rei e os nobres estão em contradição, uma vez que o rei e O Templo usurparam muito da autoridade tradicionalmente delegada aos nobres. Não há rebelião aberta acontecendo, mas certamente há conspirações entre os nobres, dedicados a ganhar de volta a sua antiga autoridade … O templo tem pouca autoridade em Reizh, mas obteve ganhos em Taol-Kaer, particularmente nas zonas fronteiriças.

Gwidre

Shadows of Esteren almeidafreak almeidafreak